quarta-feira, agosto 12, 2009

PLAMEN GUETOV NO LEVSKI - BOTEV (1993)




Meia final da Taça da Bulgária em 1993. No final desta mesma temporada, Plamen Guetov, já com 34 anos, sagrava-se Melhor Marcador (26 golos) e Jogador do Ano, no Campeonato Nacional Búlgaro, ao serviço do Levski.

No jogo em anexo Guetov marca um golo de penalti. Nota-se também uma enorme preocupação da sua equipa em conquistar livres directos que possam ser cobrados por Guetov. É-nos mostrado um raro momento, no túnel de acesso ao relvado, em que Guetov prepara o seu equipamento antes do jogo.

Quem não teve o prazer de ver um dos melhores do jogadores da história do Portimonense ao vivo poderá recordá-lo neste vídeo de 7 minutos.

Guetov foi internacional pela Bulgária 26 vezes e marcou 4 golos. Um dos quais no Campeonato do Mundo de 1986 (México) frente à Coreia do Sul. Diz-se que Guetov foi o professor de Stoichkov na arte da marcação de livres directos. Um mito que ainda permanece...

À data do lançamento deste post, Guetov tem 50 anos (como o tempo passa!). Estaria, quanto a nós, mais do que na altura de o trazer de volta a Portimão para uma merecida homenagem. Muitos adeptos quererão dizer-lhe "Obrigado".

4 comentários:

Nuno Pacheco disse...

O inigualável GUETOV! Impressionante a eficácia nos livres directos... Em cada 10, 8 resultavam em golo.
Jogador dotado de uma técnica extraordinária e que mesmo jogando de "cadeirão" fazia a diferença quando a bola lhe chegava aos seus pés...

Pedro disse...

Bem pessoal, acho que nunca me desculpariam se não deixasse aqui um comentário lol.

Guetov foi na minha opinião, o melhor jogador do Portimonense de todos os tempos! Aliás, foi um dos melhores jogadores a actuar no Futebol Português!

Naquela altura, devido ao regime, os futebolistas só podiam sair da Bulgária a partir dos 28 anos. Guetov, tal como Mladenov (outro prodígio que brilhou no Belenenses e também em Setúbal já no final de carreira)brilharam em Portugal. Da Bulgária e da mesma geração chegaram grandes futebolistas a Portugal tais como Radi Zravkov, Petrov, Tenev, Spassov, Kostov (o primeiro de todos que chegou ao Sporting e que tem uma filha que todos conhecem lol), Mihailov (pai do guarda-redes de mesmo nome que defende as balizas do Twente), Sadkov, etc, etc.

Em Portimão brilharam também Bezinski, um excelente defesa central e Voinov (extremo esquerdo) e nem por isso Simeonov (que chegou com Guetov mas sofreu uma lesão muito grave num treino, provocada pelo seu colega Pires), Demirev (uma nulidade, perguntem ao Luciano que ele conta-vos lol) e Kachmerov.

Mais tarde chegaria a Portugal uma segunda geração encabeçada por Kostadinov e Balakov, que dispensam apresentações.

A título de curiosidade e em primeira mão (podem ficar com o exclusivo lol), Penev teve tudo acertado com o Portimonense, mas à última hora assinou pelo Saragoça. Mais tarde brilhou e de que maneira em Valência e na Seleção da Bulgária, juntamente com Stoitchkov.

Parabéns pelo post!!!!

Grande Guetov!

Simms disse...

Não posso dizer que tenha privado com ele. Limitei-me a cumprimentá-lo quando ia assistir aos treinos do Portimonense e o via por ali.

Fisicamente era um jogador fraco. A defender limitava-se a apanhar umas bolas perdidas e pouco mais. Tinha pouca resistência e era lento.

Ofensivamente era inacreditável. Grande visão de jogo, técnica do melhor que já vi, olhos sempre na baliza. Nem falo dos livres directos... para ele eram quase como penalties!

Num jogo, lembro-me de uma série de passes "de letra", a trocar bolas no meio campo. Os adversários só olhavam.

Recordo-me também de um canto marcado a meia altura, para trás da grande área. Guetov, sem deixar a bola caír, rematou de primeira e a bola não entrou por azar. Bateu na parte de baixo da barra e não entrou por muito pouco.

Lembro-me também da animação nas bancadas sempre que havia um livre. Enquanto os adversários formavam a barreira já os sócios celebravam o golo :)

Bons tempos!

Anónimo disse...

Deixo-vos aqui outro link:
http://www.youtube.com/watch?v=xRTVYnO8RsI

Apreciem. Neste jogo o Getov marca 2 golos, o primeiro uma daquelas chapeladas a qe nos habituou. Espectaculo!!

JC