domingo, maio 08, 2011

EXPOSIÇÃO À LIGA SOBRE PREÇOS DE BILHETES POR UM ADEPTO DO PORTIMONENSE

Sou adepto e sócio do Portimonense Sporting Clube. Marquei presença em todos os jogos do meu clube ao longo da época, tanto em casa como fora, portanto perceberá que não falo sem conhecimento de causa.

Ao longo das últimas épocas, uma das grandes bandeiras dos responsáveis da Liga tem sido a de tentar reaproximar as pessoas dos estádios, à semelhança do que acontecia antigamente em que famílias inteiras se deslocavam, nos domingos à tarde, em romaria.

No entanto, um dos grandes impedimentos para que isto se suceda, juntamente com os horários a que os jogos decorrem, devido às transmissões televisivas (nesse ponto não tocarei hoje), é o preço dos bilhetes. Neste caso vou abordar o facto de a fixação do preço dos bilhetes por parte dos clubes visitados ser deficientemente regulamentada.

Passo a citar um excerto do artigo 69º do Regulamento de Competições – Época 2010-2011:

“2.Os preços dos bilhetes para público serão fixados pelos Clubes visitados, ou como tal considerados, enquanto entidades organizadoras, em obediência aos seguintes critérios:

a) A partir da época desportiva de 2007/2008, na Liga Zon Sagres o preço mínimo dos bilhetes será de € 5 (cinco euros) e o preço máximo de € 65 (sessenta e cinco euros), …

b) Obrigatoriamente por jogo terão de ser definidos um mínimo de três sectores com preços diferenciados, tendo estes como limite máximo de preço, respectivamente, 1/3, 2/3 e 3/3 do valor máximo estabelecido para a correspondente competição; “

Ou seja, no caso em que fique patente a maior injustiça que a amplitude de valores, entre o preço mínimo e o preço máximo, permite, o meu clube pode ter vendido bilhetes a 5€ a adeptos de um clube visitante, que na 2ª volta coloca os bilhetes para os nossos adeptos a 21.6€ redondos (1/3 de 65€). Estamos a falar de um regulamento que permite que os bilhetes sejam vendidos por um valor quatro vezes superior na 2ª volta, se assim o outro clube entender.

No entanto, no ponto 7 do mesmo artigo é salvaguardada uma excepção:

“7.Nos jogos das competições por eliminatórias e jogos de desempate, compete à Liga a fixação dos preços dos bilhetes de ingresso.”

A minha pergunta é: os jogos do campeonato que sejam de carácter decisivo e envolvam duas equipas que se encontrem a disputar o mesmo objectivo (título nacional, acesso às competições europeias ou manutenção) não deveriam ser também abrangidos por este ponto?

A pertinência da minha pergunta tem razão de ser e pode ser acompanhada por um exemplo concreto.

O jogo a que me refiro é o Vitória Futebol Clube – Portimonense Sporting Clube, dois clubes que após a 29ª jornada ainda podem vir a estar na luta pelo mesmo objectivo (a manutenção).

Dia 7 de Janeiro de 2011, pelas 20h15, decorreu no Estádio do Algarve o jogo da primeira volta, a contar para a 15ª jornada. Na altura, os sócios e simpatizantes do Vitória Futebol Clube adquiriram os seus ingressos para a bancada central, oposta à bancada dos associados da equipa visitada, por 10€.

Para a 30ª jornada, apesar de não ser garantido que o Portimonense Sporting Clube ainda esteja disputar a manutenção com o Vitória Futebol Clube, os preços dos bilhetes para os três sectores já foram anunciados. Os preços são 21.50€, 43€ e 65€.

Resta acrescentar que os bilhetes de 21.50€ dão acesso a um dos topos do Estádio do Bonfim, ou seja um adepto do Portimonense Sporting Clube pagará por um lugar posicionalmente menos cotado mais do dobro do que um adepto do Vitória Futebol Clube pagou no Estádio do Algarve, por um lugar melhor cotado. No que diz respeito à diferença de condições que o Estádio do Bonfim possui, comparativamente ao Estádio do Algarve, penso que nem vale a pena constatá-las, pois não permite qualquer discussão.

No entanto, sou obrigado a levantar uma série de questões.

Será que estes preços de bilhetes, tendo em conta o jogo de que se trata, vão de encontro à política da Liga de querer trazer mais adeptos aos estádios?

Será que o Portimonense Sporting Clube, através da presença dos seus adeptos neste jogo, tem de ser obrigado "a pagar" os 2/3 meses de salários em atraso que o Vitória Futebol Clube possui para os seus atletas?

Não devia estar previsto no regulamento da Liga algo que ressalvasse este tipo de situações anómalas?

Agradecia resposta.

Com os melhores cumprimentos

Pedro Marreiros

Sócio n.º1270 do Portimonense Sporting Clube

8 comentários:

Bruno disse...

os preços são umas das razões para os estadios em portugal estarem na sua maioria as moscas,paga-se muito para ir a bola e a qualidade nao equivale ao preço que se paga,ainda para mais os clubes é que fazem os preços consoante a sua maneira.Acho um abuso o aqui referido,pelo clube Vitoria de Setubal.Na minha opinião a solução para este problema era haver preços tabelados e fosse qual fosse o jogo os preços seriam sempre os mesmos,em que cada sector teria o seu preço.Exemplo:
bancada central= "x"€
bancadas topos= "y"€

Anónimo disse...

se isto se vier verificar so tenho uma palvra para os dirigentes do vitória de setúbal,voces sao uma vergonha.....

João disse...

Portugal ainda vive no século passado nesse aspecto...
Aqui em Itália, os jogos do Inter e do AC Milan, têm sempre o mesmo preço...(preços mais razoáveis que em Portugal).
O preço só aumenta e pouco para Inter-AC Milan, Inter-Juventus...jogos grandes!

Por exemplo para a meia final da taça de Itália, Inter-Roma, 10 euros 2º anel e 20 euros(para onde vou)...

Agora o Setubal-Portimonense nem é no San Siro, nem se tem visibilidade tão boa para o campo, nem se tem o ambiente, nem as equipas são tão boas, NEM O BILHETE É TÃO CARO!

Em Portugal é impossivel ser adepto de futebol, porque ganhamos menos e pagamos mais nos estádios e claro querem mais pessoas lá...enfim

Nuno disse...

O maior problema não está no preço dos bilhetes

O maior problema está nos jogos miseráveis que as equipas jogam. Existe n jogadores sem qualidade nenhuma em todas as equipas, jogadores que são colocados por empresários para negócios obscuros.

É também na mentalidade que as equipas têm quando entram em campo, sempre preocupadas em não sofrer golos, depois assistisse a jogar de bradar aos céus em que não há oportunidades de golo.

As direcções metem demasiada pressão nos treinadores, eles tem medo de perder e é transmitida essa mentalidade do medo do falhar o medo do erro. Para haver golos tem que se arriscar e procurar o erro ao adversário.

Sou de acordo que em certos casos os bilhetes são caros, mas se num jogo cada bilhete é o preço de um ferrari e o estádio está cheio à mesma, pois acho muito bem, e deviam fazer sempre isso.

Já houve jogos com as portas abertas ao publico em Portimão, estádio cheio, e os jogos foram uma miséria, saiu muita a gente a dizer, "foi à borla, mas perdi 2 horas da minha vida, para ver esta porcaria". Se houve-se novo jogo à borla na próxima semana, é certinho que só iam metade.

Anónimo disse...

FESTA HOJE AS 21 30 de comemoraçao da descida! FR pa kem iria a europa em 3 4 anos e abandona o kargo pk se viu que ia descer isto e de fraco! portimonense precisa de tudo novo directores novos tudo mas tudo novo ai sim teremox condiçoes ! e deixar de ter jogadores emprestados que nao soam a camisola pk sabem ke po ano ja nao estao ca! outros jogadores com contratos de um ano ke afim de um ano se jogam bem vao para outro lado a custu zero diogo melo etc etc ! dps tempos bons jogadores por infelicidade se lesionaram mas kd regressou nao lhe foi dado xances de se mostrar tou a falar do araga axo que com o araga no meio campo certos jogos eram diferentes e agora liga orangina mais um plantel novo! ricardo pessoa tb ja pode ir no pacote 6 anos ja e mt tempo! a ver pelos golos da epoca toda perde se mts dos jogos de um corte mal feito dele ou se deixa (comer)! obrigado mas ta na hora de gente nova com mais ambiçao!

Anónimo disse...

Só gostava de saber aonde é que o adepto viu o preço dos bilhetes, é que nem o site do vitória ainda tem o valor.

Pedro disse...

Anónimo das 14h07:

Como habitualmente a secretaria do nosso clube recebeu essa informação atempadamente. E a partir do momento que receba essa informação do clube visitante penso que a mesma passa a ser oficial.

Pedro Marreiros

João Batista disse...

Liguei para o Vitória de Setúbal, a semana passada e disseram-me os preços que foram divulgados e que só seriam definitivos após reunião de direcção e só com preços definitivos na segunda feira, após o jogo do Vitória em Alvalade. Se tivessem falado com o Conhé ele tinha dito logo que o jogo tava garantido e que podiam abrir as portas.....